Foi incrível descobrir que mesmo num país onde escutamos que não temos escolha, existem pessoas que ainda acreditam no direito das pessoas escolher o que fazer com suas vidas. Continuem com esse ótimo trabalho!