Brasil, Ju, 20 anos

 

Quando eu tinha 16 anos, eu fui espancada pelo meu ex-namorado até ficar desacordada, então ele me estuprou. Eu procurei a polícia depois desse fato, mas não deu em muita coisa. Algum tempo depois, eu descobri que estava grávida e tentei o aborto por hospitais comuns.

Eu descobri que estava grávida e tentei o aborto por hospitais comuns.

Todos negaram, me julgaram e disseram que se eu insistisse nisso poderia ser presa. Descobri uma clínica clandestina e acabei realizando o aborto por ela. Hoje, carrego sequelas de uma cirurgia mal feita e faço tudo o que posso para garantir o direito das outras mulheres de terem um aborto seguro, não importa o motivo.